Mão

 

O que é?

A síndrome do túnel do carpo é causada por conta de uma compressão do nervo mediano que passa por um canal estreito no punho chamado túnel do carpo. Normalmente é causado por conta do espessamento do nervo, mas também pode ocorrer quando o canal é menor, caso muito comum entre as mulheres.

Quais são os grupos de risco?

Pacientes que façam constante uso repetitivo das mãos, tais como músicos, cozinheiros e jornalistas, mas também mulheres que estejam passando pela menopausa e pela gravidez, sendo elas o grupo com maior risco e frequência (entre 35 e 60 anos). Todavia, doenças como Diabetes Mellitus, artrite reumatóide e doenças da tireóide podem estar relacionadas ao caso.

Quais os sintomas?

Os sintomas variam entre dor, choque, dormência, formigamento e perda da destreza nas mãos. Como a noite o corpo entra em estado de relaxamento (ou seja, está mais suscetível a dores e lesões nas articulações e ossos), a dor é mais intensa nas mãos, inclusive pode acordar o paciente, caso ele tenha feito uso repetitivo e constante das mãos nas horas que antecederam o sono. No caso da dor, ela pode irradiar para o braço e para o ombro.
Nas mãos, pode haver sensibilidade e formigamento na palma da mão, no polegar e nos dois ou três dedos seguintes (indicador, dedo médio e a metade do anular mais próxima do polegar). Ações extremamente simples, como amarrar os sapatos, abotoar uma camisa e pegar objetos podem se tornar muito complicadas. É curioso, mas em 60% dos casos as duas mãos podem ser acometidas ao mesmo tempo.

Quais as causas da síndrome do túnel do carpo?

Apesar de as causas serem notáveis no caso dessa síndrome, várias outras doenças também possuem os mesmos sintomas (caso da artrite). Portanto, se a dor não melhorar dentro de alguns dias, procure um médico ortopedista ou reumatologista. As causas variam entre a compressão do estreito canal (túnel do carpo) e pelo espessamento do nervo, entretanto, a causa mais comum é a Lesão do Esforço Repetitivo. É muito raro tumores estarem relacionados a essa síndrome.

Como é feito o diagnóstico pelo médico?

O diagnóstico pode ser feito tanto por um ortopedista como por um reumatologista, ambos se baseiam nos sintomas apresentados pelo paciente e pelo histórico médico e familiar. Eles também podem pedir um exame físico, para avaliar vestígios de dormência na palma, no polegar, no dedo indicador, no dedo médio e no dedo anular, além de realizar o teste de Phalen, que consiste em dobrar o punho para frente durante aproximadamente 60 segundos, ação essa que pode causar dormência, formigamento ou fraqueza.
Para confirmar o diagnóstico, o médico pedirá uma série de exames, tais como: Eletromiografia (registro gráfico ou sonoro das correntes elétricas geradas num músculo ativo), velocidade de condução do nervo e Raio-X do punho, para o caso de descartar artrite.

Determinando o diagnóstico, como é feito o tratamento?

Em grande parte dos casos o tratamento é feito a base de anti-inflamatórios, imobilização do punho, fisioterapia e medicamentos específicos para o nervo. Infiltrações com corticoides também podem ser realizadas. Na maioria dos casos, os sintomas apresentam melhora após o tratamento clínico, mas 50% dos casos exigem a cirurgia com anestesia local.

Como é feito o tratamento cirúrgico?

A cirurgia para corrigir a síndrome do túnel do carpo é simples, sendo realizada por meio de anestesia local e sem necessidade de internação (o paciente tem alta no mesmo dia). Todo o procedimento, que promove a abertura do ligamento anular do carpo, não deve demorar mais que quinze minutos.
A cirurgia é um tratamento definitivo e faz desaparecer os sintomas. Entretanto, a dor pode não passar caso haja sintomas de uma doença anterior onde o tratamento não foi adequado.

Mais informações

A recuperação envolve descanso das atividades rotineiras, imobilização e fisioterapia leve para fortalecer os músculos da mão e do punho. Para evitar a síndrome (nos casos de Lesão do Esforço Repetitivo), utilizar utensílios ergonômicos especialmente projetados para não sobrecarregar o punho e, no caso de formigamento ou dor ao digitar, sempre realizar pausas frequentes.

Responsável Técnico

Dr. Soo B. Chung - CRM 44853
Ortopedia - Ombro / Mão
Cargo na clínica