Mão

 

A artroscopia é um tipo de intervenção cirúrgica indicada para analisar possíveis alterações nas articulações. Com ela, também é possível, inclusive, realizar cirurgias de reparo em casos mais simples, nos quais a cirurgia tradicional não é necessária.

A artroscopia é realizada por meio do artroscópio, um aparelho formado pela cânula; pelo trocarte e por uma pequena câmera na ponta, capaz de visualizar o interior da articulação. Com ele, o médico irá ver o local afetado e operá-lo com os instrumentos adequados.

É importante entender que a artroscopia não é igual a uma cirurgia de mão, ou uma cirurgia do punho tradicional: nem todos os tipos de intervenção podem ser realizados por meio de artroscopia, porém, algumas cirurgias podem ter a artroscopia como auxiliar para que o médico consiga realizar o procedimento utilizando a câmera do artroscópio. Por isso, é essencial conversar com o médico para que ele indique qual é a intervenção cirúrgica mais adequada para cada caso.

Quando realizar o procedimento?

A artroscopia de mão e punho é indicada em casos de lesões intra-articulares. Esta técnica é menos invasiva que uma cirurgia de mão, ou uma cirurgia do punho tradicional: a artroscopia é capaz de reparar casos de lesões nos ligamentos, das cartilagens, de superfícies ósseas, e, inclusive, de cistos na mão e no punho. A artroscopia de mão e punho é usada em casos como:

- Artrite

A artrite é um quadro inflamatório nas articulações do corpo, que tem como sintomas a dor no punho e a dor na mão, além de dificuldade de movimento e, em certos casos, deformidade no local inflamado;

- Artrose

A artrose, também denominada como osteoartrite, significa que há degeneração da cartilagem que protege os ossos. Com esse desgaste, o dano também se estende aos ligamentos e articulações causando dor no punho e dor na mão, inchaço e dificuldade de movimento, que acaba ‘travando’ as articulações.

- Sinovite da Mão

A sinovite é a inflamação da membrana sinovial, responsável por produzir o líquido sinovial e envolver a parte interna das articulações. A sinovite acontece por reação inflamatória, ou por trauma, causando inchaço e dificuldade de movimentar a mão e o punho, além de causar em alguns casos o aumento de temperatura no local.

- Cisto de Punho e Mão (Cisto Sinovial)

O cisto de punho é um cisto sinovial. Ele é um tumor benigno que forma um nódulo preenchido de líquido sinovial. O nódulo costuma ser mais presente no dorso e na frente do punho, bem como na base dos dedos. O cisto sinovial causa dor e pode crescer caso o paciente use as mãos e o punho com frequência muito alta, como em profissões que exigem o uso das articulações locais.

Como é feito o procedimento? 

A artroscopia de mão e punho é realizada por um médico ortopedista especialista. Ele irá fazer duas pequenas incisões no punho: uma por onde irá passar a cânula que introduzirá o artroscópio até o local lesionado, e outra por onde passarão os instrumentos cirúrgicos.

Os casos de artroscopia no punho e na mão costumam ser simples, por isso, costumam levar, no máximo 30 minutos para serem concluídos. A anestesia é local, e o procedimento é ambulatorial, ou seja, o paciente não precisa ficar internado: com as devidas orientações do médico, já é possível ir para casa no mesmo dia.

Pós-operatório

O pós-operatório de uma artroscopia é mais simples do que o de uma cirurgia de mão, ou cirurgia do punho tradicional. Para a artroscopia será realizada uma mini-incisão na mão do paciente, que após a intervenção, será fechada com pontos e curativos. Para que não haja nenhum tipo de movimento que possa prejudicar o local da artroscopia, este é imobilizado com uma tala de gesso. Durante o processo de cicatrização, o paciente deve permanecer com o curativo e tentar mantê-lo sempre seco.

É importante conversar com o médico para a orientação sobre quais atividades estão liberadas: seja levantar peso, dirigir, ou praticar esportes. Nos primeiros dias, é recomendado repouso total para uma boa recuperação.

Fisioterapia

Após a artroscopia, alguns casos irão necessitar de fisioterapia. Daí, a tala de gesso será retirada e substituída por uma tala removível que permitirá o movimento total da área operada durante a fisioterapia. O objetivo da fisioterapia é evitar o inchaço local, bem como trabalhar as articulações para que a recuperação seja completa e não haja rigidez.

Depois da cirurgia e da fisioterapia, a tendência é que o paciente não sinta mais dor no punho e dor na mão, porém é preciso que haja uma mudança de hábitos para que novos quadros de dor não apareçam. Durante o intervalo que envolve o diagnóstico, a artroscopia de mão e punho, e a recuperação (que envolve desde o dia após a artroscopia, até as sessões de fisioterapia), caso sinta dor, lembre-se sempre de consultar o seu médico ortopedista especialista em mãos e evitar qualquer tipo de automedicação.

Responsável Técnico

Dr. Soo B. Chung - CRM 44853
Ortopedia - Ombro / Mão
Cargo na clínica